quinta-feira, 29 de julho de 2010

Técnica de relevo seco e carimbeiras - Bloquinhos personalizados

Esse modelo de bloquinho permite que você substitua o miolo quando acabar. É só desfazer o laço e colocar outro no lugar. Prático!

Olá, amigos!

Hoje eu trago um bloquinho personalizado feito com o relevo seco (Dry embossing).

Para quem não sabe, relevo seco é aquele feito com o auxílio de uma caixa de luz, estêncil e boleador. Sobre a caixa de luz coloca-se o estêncil, por cima dele vai o papel escolhido e só então contorna-se o desenho com um boleador. Caso queiram saber um pouco mais sobre a técnica, há um pequeno tutorial da Carla Prediger aqui.

Essa técnica permite personalizar papéis com efeito de alto relevo ou criar imagens que podem ser recortadas e usadas nos seus trabalhos.

As peças recortadas podem ter seu efeito relevo intensificado com o uso de carimbeiras ou chalk ou serem desgastadas com uma lixa (ideal para papéis coloridos no rolo, como os de scrapbooking e Off-Set (cartolinas dupla face); papéis coloridos na massa, como o Color Plus e o Mi-Teintes, não "mostram" muito bem o efeito desgastado).

No meu caso, usei as figuras recortadas e valorizei o relevo com carimbeira marrom. Todo o trabalho foi feito em papel reciclado industrial 180g e, no detalhe da lombada, utilizei papel para scrapbooking da Toke e Crie - Coleção Ivana Aladi Marrom Xadrez (Amei essa coleção! Um mimo!).

Destaquei ainda mais o efeito utilizando fita banana nas gravuras

Dicas interessantes:
  • Papéis escuros não são muito bons para essa técnica devido à dificuldade de se visualizar o desenho;
  • Escolha o boleador de acordo com a abertura do desenho do estêncil. Boleadores muito finos acabam riscando o papel e dando um resultado não satisfatório.
  • Minha caixa de luz foi feita com uma caixa de MDF tipo estojo, onde a tampa foi substituída por um vidro. Esse vidro recebeu um pedaço de papel vegetal (para ficar translúcido) e dentro foi feito um furo para a passagem da instalação da lâmpada fluorescente (que não esquenta). Funciona perfeitamente e foi muito mais barata que as de mercado.
Caixa de luz caseira (Ainda falta pintar! )

E aí? Gostaram das dicas?

Então, mãos no boleador e vamos criar lindas páginas de scrap, cartões, cadernos e tudo o que a imaginação pedir! Depois me mostrem!

Beijos e até a próxima!

Um comentário:

Patricia Molina disse...

Menina, cada dia mais chique! O resultado é lindo, mas parece trabalhoso...
bjkas da Paty

Related Posts with Thumbnails